Mustang

O processo até conseguir que por fim, depois de muitas décadas, um Ford Mustang fosse lançado em Portugal, foi no mínimo desafiante. Por isso não podíamos deixar a ocasião passar em branco: a GoFord Magazine falou com alguns dos primeiros compradores do Pony Car para recolher as suas primeiras impressões. E o resultado não poderia ser mais gratificante.

Esperámos mais de cinquenta anos para poder comprar o Novo Ford Mustang deste lado do Atlântico. E como queríamos que chegasse! Tanto que muitos fãs portugueses não tardaram em utilizar o configurador online para “construir” o carro dos seus sonhos. Os primeiros condutores a receber o veículo só têm elogios para o muscle car da Ford. Entre os elogios que dirigem ao carro, um repete-se sempre: é um carro que atrai olhares, tantos que por vezes origina situações curiosas.

São muitas as sensações vividas, segundo nos disseram, durante o curto espaço de tempo que tiveram até agora para desfrutar do seu novo Pony Car. Quando se está pela primeira vez ao volante, “é difícil escolher as palavras certas para explicar o que se sente”. “Ligaram-me do concessionário quando o carro chegou e fui vê-lo nesse mesmo dia. Não queria esperar mais”. Este comprador levou a surpresa consigo para casa passados três dias, assim que recebeu toda a documentação necessária. “Estava em cima de uma espécie de palco, para que pudesse ser visto por todos os que ali entrassem, e umas três pessoas estavam a vê-lo naquele preciso momento. Imaginem a minha cara quando o vi ali em cima. Quando entrei no carro, alucinei. Era muito mais do que estava à espera. Fiquei mais de uma hora a aprender o funcionamento de cada um dos seus sistemas”. Quando saiu do concessionário, foi diretamente para casa para mostrá-lo à família e amigos. Nunca um trajeto de 20 minutos lhe parecera tão curto.

mustangMas nem todos os compradores tiveram a mesma sorte no dia da estreia. Um conta-nos que foi buscar o carro num dia chuvoso, pelo que não aguentou muito tempo limpo e impecável. “A primeira coisa que fiz no dia seguinte foi lavá-lo”. O cenário repetiu-se com outro comprador: “Assim batizámos o carro”.

Outro comprador conta-nos que começou a pesquisar o carro no início de 2014. “Sempre tive um carro de segunda mão, e o que tinha antes do Mustang estava muito ‘velhinho’. Achei que este era o momento ideal não só para comprar um carro novo, mas um carro que me entusiasmasse a sério. Foi então que comecei a pesquisar. Como não encontrava nada que me convencesse, deixei de procurar. Porém, assim que soube que o Ford Mustang vinha para a Europa não restaram dúvidas. Quando divulgaram os preços, vi que estavam um pouco fora do meu orçamento, mas valia a pena, não tive dúvidas”.

As mais diversas peripécias

Nota-se que é um veículo novo no nosso país. Os nossos protagonistas contaram-nos muitas histórias vividas a bordo do Ford Mustang. Não arriscam sair de casa sem pentear-se, ou sem passar a camisa a ferro, porque não são poucas as fotos que lhes tiram ao lado do seu veículo: com eles dentro, num semáforo, parados num Stop ou circulando na estrada. Muitos e variados casos curiosos.

mustangUm deles disse-nos mesmo que desde que conduz um Ford Mustang, tem a sorte de “toda a gente me dar passagem”. É nestes momento em que nos damos conta do quão indiscretas podem ser as pessoas. “Já tive que mostrar o carro várias vezes. Quando vou a caminhar na sua direção quando está estacionado ou depois de abastecer, dou de caras com muita gente a olhar para o carro, e algumas pessoas já me pediram mesmo para mostrá-lo por dentro”.

Ocorreu mesmo um encontro inesperado com a Polícia. “Na primeira viagem longa que fiz, um carro da Polícia colocou-se ao meu lado na autoestrada, e os agentes fixaram-se em nós, não compreendíamos o que se estava a passar. Pouco depois pediram que baixássemos a janela e que acelerassemos para ouvirem o motor!”. Além disso, uma vez quando estava a fazer marcha-atrás e a ver pela câmara de estacionamento, viu alguém a tirar fotos ou a filmar com um telemóvel.

Vários garantem que são protagonistas de algum vídeo sem saberem: “Já vi muitos outros condutores a gravar-me com o telemóvel enquanto circulava, ou que me pediram num semáforo para pisar a fundo no acelerador para que possam ouvir o motor”. Outro contava-nos que lhe pediram para parar na rua: “Fazem-me todo o tipo de perguntas sobre o carro: que modelo é, onde o comprei, quanto custa, qual é o motor, como funcionam algumas coisas… O meu é vermelho e é muito chamativo, e isso faz diferença. Estava parado num semáforo, numa rua com várias faixas, e o carro que estava ao meu lado esperou que eu seguisse primeiro para conseguir filmar-me. Já me aconteceu um pouco de tudo”.

Expetativas superadas

Tendo em mente as opiniões que temos recolhido, o novo Ford Mustang não só cumpre com as expetativas, como as supera. É preciso ter em mente que o período de pré-venda começou em fevereiro, quando o carro não tinha chegado aos concessionários europeus, ou seja, reservaram um carro antes de o verem pessoalmente. “Dou-lhe um 11 em 10. O carro é muito mais do que eu esperava”. Todos são unânimes quanto ao facto de ser necessário um tempo de adaptação, pelo seu perfil e posição de condução, mas quando se está ao volante, o prazer é imediato. O Mustang impõe respeito: “ao início estava sempre muito atento, tinha que medir muito bem as distâncias e acostumar-me à dianteira longa. Já tinha conduzido carros com a dianteira longa, mas nunca com o capô tão alto”. Mas quanto mais quilómetros faz, “mais me acostumo”.mustang

Outro dos compradores diz-nos com firmeza que o carro “supera as expetativas, sobretudo pelo controlo de tração. Não esperava que a direção e a tração fossem tão boas, o seu comportamento nas curvas é muito bom e isso num carro americano surpreende porque sempre foi criticado por isso. Está muito bem conseguido em termos gerais. E não notei nenhuma diferença na condução em relação aos carros tradicionais europeus”. Já outro proprietário diz-nos que “já tinha visto vídeos mas não esperava que fosse tão grande”.

Muito cuidadosos com o carro

mustangQuanto aos cuidados com o carro, todos afirmam unanimemente que cuidam com esmero do seu veículo. Um deles confessa mesmo que tem três panos de limpeza no carro: “um para o navegador, outro para os vidros e outro para a carroçaria. E cada vez que abasteço, passo água e limpo com o pano.” Outro afirma que “o carro dorme na garagem da minha casa”, mas admite que alugou “um lugar de garagem perto do trabalho para não o deixar na rua”. E há ainda os que passam pelo menos 10 minutos nos estacionamentos públicos à procura do lugar mais amplo para estacionar: “dou várias voltas e tento deixá-lo entre uma coluna e um carro novo, porque acho que o dono também terá o cuidado de não bater com a porta no carro do lado ao entrar e sair do carro”.

Finalmente, e quanto a rotas de sonho onde gostariam de conduzir o novo Ford Mustang, é aqui que as opiniões divergem. Um refere a mítica Route 66, nos Estados Unidos. Perguntamos-lhe se queria percorrê-la ao volante de um Ford Mustang novo ou num de primeira geração, e opta pelo novo, “pela sua comodidade”. Outro gostaria de conduzi-lo na Alemanha, “numa dessas autoestradas sem limite de velocidade, e embora não seja de acelerar muito, apetecia-me experimentar. Outra boa rota para conduzir e desfrutar seriam os Alpes ou os Pirinéus”.

Descubra aqui o Novo Ford Mustang Faça aqui o download do seu catálogo Configure aqui o seu Ford