Escapada

Atividades aquáticas, passeios na natureza a pé, de BTT ou jipe, degustação de produtos locais, desportos de ar livre, visitas a museus e monumentos. Estas são apenas algumas das propostas para desfrutar do Alentejo, mesmo no inverno. Se faz frio, aqueça-se junto a uma boa chaminé alentejana. Esta terra de gente boa e de bom coração está à sua espera.

O Alentejo, com os seus encantos subtis e discretos, não deixa de surpreender e seduzir quem o visita. Faça frio, chuva ou calor, há sempre planos interessantes para descobrir nesta zona tão especial. Conta com belas aldeias para visitar e oferece inúmeras possibilidades para passeios a pé ou em bicicleta. Aqui vai poder explorar o seu lado mais aventureiro com as muitas atividades repletas de adrenalina que tem à sua disposição. Deixe-se levar pelo seu espírito aventureiro.

Foto: Município de Reguengos de Monsaraz

Foto: Município de Reguengos de Monsaraz

Uma das experiências únicas e inesquecíveis disponíveis no Alentejo é um voo de balão. Nesta viagem aérea vai poder sobrevoar a planície alentejana. A zona de Alcácer do Sal é uma das mais indicadas para esta atividade. Os voos de balão entre fevereiro até ao final de outubro são realizados ao amanhecer, enquanto que de novembro até ao final de março são ao amanhecer e ao pôr-do-sol.

Para os amantes do desporto, o campo reserva muitas aventuras variadas. Pode desfrutar da exploração das serras através de passeios de todo-o-terreno (em bicicleta, mota ou jipe) e pedestres, slide, rappel, e escalada na zona de Mértola, Beja, Alandroal, Moura, Reguengos de Monsaraz e Serpa. Motocrosse e paintball são outras alternativas. E como o inverno no Alentejo Litoral não é muito rigoroso, permite que os desportistas desfrutem da praia através da prática de surf, bodyboard, windsurf, kitesurf, motonáutica, mergulho e pesca. O que mais se pode pedir?

Na zona de Alqueva organizam-se passeios a cavalo, que privilegiam o contacto com a natureza. Junto a esta albufeira artificial, a maior da Europa, encontram-se paisagens onde a flora e a fauna são presenças incontornáveis num cenário de calma. Além disso, a grande albufeira reúne todas as condições para a prática de vela.

Caminhada - AlentejoO Alentejo é uma região vitivinícola, que compreende as sub-regiões de Portalegre, Borba, Redondo, Terras do Sado, Reguengos de Monsaraz, Vidigueira, Moura, Évora e Granja/Amareleja. Os percursos da Rota dos Vinhos do Alentejo são indicados para descobrir as belíssimas vinhas, falar com os produtores e conhecer alguns dos locais mais encantadores do Alentejo.

Rica gastronomia

Depois de gastar as suas energias em tantas atividades, reponha-as com uma boa refeição: renda-se à rica gastronomia alentejana.  As sopas de peixe, as açordas, as migas com carne de porco, o gaspacho, o ensopado de borrego, os pratos de caça e a doçaria conventual são apenas uma pequena parte da extensa ementa que tem às sua disposição.

Alentejo

Foto: Região de Turismo do Alentejo

Restaurantes? Há muitos e bons. Uns simples e despretensiosos, outros mais sofisticados; todos têm características em comum: come-se bem e de forma abundante. Em Évora, uma das mais históricas e bem preservadas cidades de Portugal, Património Mundial da Humanidade, encontram-se alguns dos melhores restaurantes alentejanos. Fialho, Botequim da Mouraria ou Momentos são alguns exemplos. Em Reguengos de Monsaraz rume à conhecida Herdade de Esporão para degustar a gastronomia local, ao mais alto nível.

Localidades pitorescas e casas com chaminé

Entre as muitas localidades pitorescas do Alentejo, não deixe de visitar Monsaraz e Marvão. A pequena freguesia de Monsaraz tem apenas algumas centenas de habitantes e destaca nas suas ruas a pureza de cores das construções alentejanas. Marvão, com apenas 1.000 habitantes, distingue-se pelas suas construções de linhas puras, com vãos de janela em granito e inclinados telhados vermelhos. A aldeia está protegida por uma muralha do séc. XVII; a muralha é um local privilegiado para contemplar e deliciar-se com as paisagens circundantes, absolutamente fantásticas.

Monsaraz - Antigos Celeiros (Edifício Jardim Universidade)

Monsaraz – Antigos Celeiros (Edifício Jardim Universidade)

As chaminés alentejanas são um dos atrativos arquitectónicos locais. Supostamente de origem árabe, podem ser cilíndricas, quadradas ou rectangulares; costumam ter no topo cataventos, que muitas vezes são verdadeiras obras de arte. A chaminé era um local chave na casa: era debaixo da sua abóboda que a família costumava reunir-se. Em muitas das casas rurais disponíveis para alugar vai poder também fazer o mesmo junto à chaminé, desfrutando de noites inesquecíveis na companhia de amigos ou familiares.

Existem muitas opções para descansar e dormir no Alentejo, damos-lhe algumas sugestões. Rume ao fantástico A Serenada – Enoturismo, localizado a 13 km da costa alentejana, em plena Serra de Grândola, onde vai poder contemplar a paisagem mediterrânica de vinhas, olivais e montado de sobro com o mar como pano de fundo. A propriedade Moinhos do Paneiro é um espaço com vistas magníficas sobre a zona rural alentejana. Localizada a 10 minutos de carro do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, a sua zona envolvente é ideal para a prática de BTT e surf, sendo possível fazer passeios a cavalo.Vila Viçosa - claustros

Se se pode permitir um luxo,  passe uma noite no L’AND Vineyards, um exclusivo resort em Montemor-o-Novo, com apenas 22 suites, cuja arquitetura se integra a perfeição na natureza, promove uma atmosfera intimista de luxo sóbrio, beleza natural e tranquilidade.  O tecto de cada suite pode ser totalmente aberto, é retráctil: vai poder dormir sob o céu estrelado do Alentejo.

Ainda acha que só vale a pena visitar o Alentejo no verão? Entre no seu Ford e redescubra o Alentejo!

 

Qual o Ford ideal para esta viagem? Peça aqui o seu Test Drive

Descarregue aqui o seu catálogo

Clique aqui para configurar o seu Ford