Fiesta percorre o lado mais hipster do Porto

Escapada

Uma lufada de ar fresco invade o Porto. A outrora decadente segunda maior cidade portuguesa é hoje uma das mecas hipsters da Europa e foi eleita Melhor Destino Europeu em 2017. Um destino simplesmente ideal que está aqui mesmo ao lado. Entre no seu Ford e parta rumo à cidade da moda na Europa. Boa viagem!

O recente prémio ‘European Best Destination 2017’ só veio confirmar o que todos já sabíamos: o Porto é um dos melhores destinos para escapadelas na Europa. Há muitos motivos que fazem do Porto um destino de excelência: a sua riqueza monumental, o centro histórico do Porto é Património da Humanidade desde 1996; os seus vinhos; a sua natureza atlântica; e, desde há alguns anos, um renovado caráter que, impulsionado por tendências e empreendedores ousados, conferiu ao Porto um brilho simplesmente irresistível. Os turistas continuam a ficar maravilhados pela beleza da Torre dos Clérigos, a rebuscar livros na Livraria Lello e Irmão, a esperar por uma mesa livre no Café Majestic e a encher as esplanadas da Ribeira e as caves de Gaia; mas agora também descobrem vinhos jovens nos Wine Bars, enchem as malas de viagem com tesouros vintage resgatados das lojas de antiguidades ou publicam no Instagram fotografias do entardecer sobre a Casa da Música. Desde há algum tempo que a “cidade das pontes” sacudiu o manto de saudade que a cobria e o que até há muito pouco tempo eram ruas melancólicas e tranquilas, são hoje ruas buliçosas onde emergem espaços típicos da cultura hipster: enotecas, barbearias, lojas gastronómicas… Junte-se a nós e venha descobrir e apaixonar-se por este novo Porto.

Porto

O Porto visto de Gaia – Foto: Turismo de Portugal / Flicker

Mais que azulejos e barroco

Os grandes ícones arquitetónicos permanecem imutáveis: a Torre dos Clérigos, a Ponte D. Luís I, a Estação de São Bento. Mas na nossa viagem vamos descobrir outros espaços que têm sido capa das revistas de tendências. Quando saímos do centro histórico e deixamos para trás os estilos barroco e rococó e os azulejos azuis, damos de caras com uma cidade moderna, com avenidas largas, onde o Atlântico está mais perto do que nunca e onde se destacam a Casa da Música (Av. Boavista 604-610), uma obra-prima do arquiteto holandês Rem Koolhaas e que alberga as orquestras da cidade; o Museu de Arte Contemporânea de Serralves (Rua de D. João de Castro, 210), situado nos deslumbrantes espaços da Fundação de Serralves e que, além de ser o museu de arte contemporânea mais importante de Portugal, é igualmente a obra-prima do arquiteto Siza Vieira; e o Centro Português de Fotografia (Campo Mártires da Pátria), uma antiga cadeia do século XVIII – funcionou como tal até à Revolução dos Cravos – que foi convertida num dos melhores museus de fotografia da Europa.

casa musica (c) Porto Convention Bureau

Casa da Música (c) Porto Convention Bureau

Porto e vinho: duas palavras indissociáveis

Podemos desfrutar da cidade mais na berra na Europa estacionando o nosso Ford para apreciar um dos ex-líbris da cidade: o vinho. Os barcos atracados no Douro, à sombra da Ponte D. Luís I, na margem de Vila Nova de Gaia, servem de pano de fundo para fotografias que causam furor no Instagram. Contudo, até há poucos anos, eram o único meio de transporte das pipas de vinho do Porto até às caves históricas – Pinto, Sandeman ou Ferreira – onde hoje é possível fazer visitas guiadas e provas de vinhos. Neste renascimento do Porto e da sua paixão pelo vinho, os Wine Bars e enotecas que abriram portas nos últimos anos também desempenham um papel primordial. Estas casas contam com uma ampla oferta de vinhos da região Douro, mas também do Alto Minho e do Alentejo. A Pérola da Índia (Rua das Flores, 220) e o Porto In a Bottle (no 263 da mesma rua) são duas apostas seguras.

douro

Foto: Turismo de Portugal / Flicker

Compras e mais compras

No Porto, há mil e uma tentações para enchermos a bagageira do nosso Ford com produtos artesanais, roupa, vinho e não só! Mercados de rua como o de Porto Belo ou o dos Clérigos são autênticos paraísos vintage. À porta da Casa Faria (Rua Mouzinho da Silveira, 237), há um sujeito que arrasta os transeuntes para dentro desta casa de antiguidades. Na magnífica loja A Vida Portuguesa (Rua Galeria de Paris, 20) encontra os produtos portugueses mais tradicionais e de melhor qualidade: conservas, têxteis, roupa de casa, entre muitos outros. Os ateliers e galerias de arte da Rua Miguel Bombarda são um convite para rebentar com o cartão de crédito e investir nos talentosos artistas locais e, também, ver por que é que a moda portuguesa está – passando a redundância – na moda. No Centro Comercial Bombarda tem à sua espera criações de Carlos Carneiro, Pedro Trigo, Luis Bucchino, Katty Xiomara ou Nuno Baltazar; e na zona da Avenida da Boavista, lojas como a Gastby, a Fashion Clinic ou a Por Vocação farão as delícias do shopper que há em si. Na elegante loja The Feeting Room (Largo dos Lóios, 89), além das melhores criações de marcas nacionais – como a Maria Maleta – poderá tomar um café no The Coffee Room. Já em plena Ribeira, o Armazém (Rua de Miragaia, 93) é um espaço cosmopolita – provavelmente o mais in da cidade – onde pode encontrar de tudo. Em tempos foi uma adega e armazém de uma marca de vinho. Agora, conta com mais de 1500 metros quadrados de área, onde se destacam marcas portuguesas como a Mexxca, R & B e Sofia Ferreira e um café bar.

the feeting room

Foto: Turismo de Portugal / Flicker

Todos para a mesa!

No Porto encontra de tudo para todos os gostos e carteiras. Desde restaurantes galardoados com estrelas Michelin como o The Yeatman (no hotel homónimo em Vila Nova de Gaia) ou o Antiqvvm (R. de Entre-Quintas 220) a templos clássicos onde reinam as receitas tradicionais portuenses, como a francesinha, no histórico Café Santiago (R. Passos Manuel 226). O Mercado do Bolhão, um dos mais famosos da Europa, continua a manter o seu sabor tradicional. O mercado recebe a visita de turistas, mas, sobretudo, casais jovens que estacionam as suas bicicletas e enchem os cestos de vime com os produtos locais, e que depois param no Do Largo, o restaurante do hotel AS 1829 (Largo de São Domingos, 45-55) ou o Cantinho do Avillez (Rua Duques de Bragança, 7), dois locais onde, além de se comer muito bem, vai bater o seu recorde de “corações” no Instagram… Se prefere comidas mais simples, mas cheias de sabor, aposte nos petiscos portugueses. No Caldeireiros (Rua dos Caldeireiros, 139), não pode deixar de provar a tradicional alheira de caça, feita de carne de frango e coelho com espinafres e alho.

Do Largo Restaurante Hotel

Do Largo Restaurante Hotel – Foto: Turismo de Portugal / Flicker

Quase tudo o que lhe der na telha

E não diga que no Porto não tem de tudo. Faça a barba na histórica Barbearia Porto (Rua Dr. Artur Magalhães Basto, 6) e aproveite o bom tempo para passar uma manhã na praia. A praia de Matosinhos é excelente, sobretudo se gosta de praticar surf! E para terminar o dia, e ver e ser visto no sítio mais trendy do Porto, tem de ir ao Café Candelabro (Rua da Conceição 3), um fantástico café-livraria-sala de exposições, ideal para passar a tarde a tomar um café enquanto folheia livros sobre cinema e que, quando cai a noite, se converte num dos locais mais animados da cidade. Boa viagem!

Descubra aqui o Novo Ford Fiesta

Clique aqui para configurar o seu Ford

Peça aqui o seu Test Drive