Experiências

Os jogos de escape arrasam. São experiências imersivas para todos os públicos, que propõem enigmas para resolver em grupo dentro de espaços impactantes. Já há muitas propostas disponíveis, assim que examinámos à lupa as melhores aventuras onde adereços, cenários e atores, podres ajudam-no a desfrutar de experiências inesquecíveis.

Os escape rooms são a versão real pela que todos os fãs dos jogos de role playing dos anos 80 ou dos livros de Uma aventura esperavam: resolver mistérios de forma tão, tão realista e num entorno tão trabalhado que a incredulidade quase desaparece, sentimo-nos totalmente envolvidos pela história.

Loucos como estamos todos os videojogos – quanto mais imersivos melhor – ou pelas tramas infinitas repletas de cliffhangers de séries de televisão, era previsível que os escape rooms se convertessem nos últimos anos numa das alternativas de ócio mais divertidas e intensas. Se quer sair com vida dos desafios que lhe propõem os escape rooms que vamos a descobrir juntos ao volante do nosso Ford, mais vale estar atento e jogar em equipa ou, caso contrário, quem sabe o que poderá acontecer?

Dentro de um videojogo

A Escape Hunt é uma das empresas do sector dos escape rooms mais conhecidas do mundo e presente num bom número de países. Presente em Lisboa (https://lisbon.escapehunt.com) e Barcelona, propõe cumprir com um sonho de muitos de nós: meter-nos dentro dum videojogo ao estilo Tron, uma espécie desses antigos videojogos em Flash de apontar e disparar. Para tal, o cenário é um local decorado como se fosse um ecrã, no qual temos que encontrar, interpretar diversas pistas e resolver puzzles, para tentarmos escapar desta realidade virtual muito realista.

Possessões, vinho e Orwell

Porto, anos 70: grande parte dos vinhedos do Douro foram misteriosamente destruídos por uma praga e toda a produção de vinho está em perigo, a menos que a vossa equipa descubra o culpado num tempo máximo de 60 minutos. Este é Vinho do Porto – O fim?, um dos três jogos que nos esperam na capital do vinho português no Porto Exit Games (www.portoexitgames.com), uma popular sala de escape rooms, na qual tem à sua disposição o Memórias perdidas, onde têm que combater uma organização ao mais puro estilo 1984 de Orwell, e O sacrifício, onde o seu corpo é o escolhido para ser possuído pelo espírito da pequena Emily, a menos que sacrifique um dos seus companheiros.

 Os segredos da família Crowell

A Mad Mansion, em Bilbao (www.madmansion.es) é um dos escape rooms mais populares do nosso país vizinho. Tem três jogos à escolha: Proyecto Gibeón, Una nueva especie e Dino Rising. No primeiro, a sua equipa (entre 2 e 5 membros), está presa na mansão da família Crowell, e têm uma hora para descobrir o segredo tenebroso que a inquietante família oculta na sua residência, antes de que estes regressem e vos surpreendam. Em Una nueva especie, têm também uma hora para sabotar o plano do Dr. Crowell: o vilão quer levar a cabo o ‘Proyecto Gibeon’ convosco! Uma temática mais futurista, mas igualmente absorvente: o terceiro jogo, Dino Rising, onde jogam duas equipas que acodem ao pedido de ajuda do complexo futurista Omega Corporation e o desfecho é decidido por vós.

Todos contra a Máfia

Milhares participantes deliciados já se converteram em policias secretos de elite para caçar e capturar os grupos mafiosos que aterrorizam a cidade no jogo Corleone de Xcápate (www.xcapate.com), em Alicante. A premissa de Corleone converte-o, se conseguir chegar fim, num verdadeiro action hero: o juiz encarregue de investigar a máfia mais perigosa da zona foi assassinado quando estava a ponto de alcançar o seu objetivo e a prova que esclarecerá o assassinato está oculta apartamento da máfia. Já sente a adrenalina a fluir? Nós também!

E mais quatro mistérios

O seu Ford leva-o agora até à capital de Espanha, onde tem à sua espera uma amplíssima coleção de escape rooms entre as que destacam a EXIT-Madrid (www.exit-game.es), com quatro jogos que abalarão os nervos do mais calmo dos condutores: a mais fácil, Marchante de arte, 1932, é uma história que se desenrola na casa de um comerciante de arte algo suspeito (pode reservar dois quartos idênticos se quiser jogar contra outra equipa), a Guerra Fría-Agente Doble, 1962 na qual nos convertemos em membros de um comando da CIA, onde terá que colocar um ponto final na III Guerra Mundial, passando por Laboratorio, 2010, onde será um dos membros de uma equipa de estudantes que teremos aos quais é feito um exame.

Também está disponível a Pena de muerte, 1962, na qual, como parte de um grupo de ativistas, temos que descobrir indícios para reabrir o caso e deter a execução de um condenado à morte. Salvo esta última experiência, os outros três são recomendáveis para toda a família: as crianças, a partir de 8 anos, também podem participar desde que estejam acompanhadas por um adulto.

Presos no enigma

Na Enigmik, em Barcelona (www.enigmik.com), o objetivo do jogo The Bunker é não ficar preso: para tal, grupos de 2 a 6 pessoas terão que resolver em 60 minutos todos os enigmas escondidos dentro da sala, onde a cientista louca Betsy Smith esconde um material muito perigoso que têm que encontrar. Pode parecer simples, mas a verdade é que, ao chegar a este ponto na leitura do nosso artigo, já deveria saber que não o é.

Qual seu o Ford ideal? Peça aqui o seu test drive

Configure aqui o seu Ford

Faça aqui o download do seu catálogo