Viana do Castelo, o melhor miradouro para o Atlântico

Escapada

Viana do Castelo reúne no seu território história, tradições e boa gastronomia. E umas vistas panorâmicas deslumbrantes sobre o Atlântico desde o alto do monte de Santa Luiza.

Há imagens tão belas que ficam na nossa memória para sempre. Para quem visita a localidade portuguesa de Viana do Castelo, e sobe até o Monte de Santa Luzia, será difícil esquecer a vista sobre a cidade, o rio e a costa marítima. Uma vista panorâmica considerada pelo National Geographic uma das melhores do mundo. É uma das experiências mais impactantes ao visitar a esta terra do Minho mas há muitas mais razões que justificam a viagem para conhecê-la. O seu atrativo casco histórico, os percursos pela cidade de inspiração manuelina, renascentista, barroca e modernista ou as maravilhosas praias nos arredores, são algumas delas.

É precisamente no Monte de Santa Luzia onde se encontraram vestígios arqueológicos da origem desta cidade, anteriores à cidadela pré-romana. Viana do Castelo tem uma posição estratégica, que permitiu a observação direita do movimento de entradas e saídas de embarcações na foz do rio Lima. A história de Viana sempre esteve ligada ao mar, sendo um dos principais portos de Portugal.

Igreja de Santa Luzia. Foto: Leone Niel. Turismo de Portugal

Igreja de Santa Luzia. Foto: Leone Niel. Turismo de Portugal

E por quê não começara nossa visita neste este monte? Temos três opções para chegar até lá: escadarias, carro ou funicular. Pode optar por fazer desporto, ir comodamente no seu Ford ou fazer a mais longa viagem de funicular de Portugal, que dura de 6 a 7 minutos. Quando uma carruagem desce, faz subir a outra, cruzando-se a meio do trajecto. No alto no monte, a 220 metros de altitude, encontra o santuário do Sagrado Coração de Jesus de Santa Luzia. A igreja é um dos principais postais do norte de Portugal e um dos lugares mais emblemáticos. O seu design é inspirado na basílica de Sacré Coeur de Montmartre em Paris. É um projecto do arquitecto Miguel Ventura Terra, falecido durante as obras, e foi Miguel Nogueira quem acabou por terminá-la. Lá cima, deixa-se cativar pela beleza e contemple o esplendor das vistas, desde a serra, passando pelo rio, até o mar.

Viana está repleta de palácios brasonados, igrejas e conventos, chafarizes e fontanários que constituem a sua herança patrimonial. Existem percursos de inspiração manuelina, renascença, barroca, art deco ou do azulejo. Percorrendo algumas das ruas do centro histórico acaba-se sempre por chegar à Praça da República, o coração da cidade. É aí que ficam o edifício da Misericórdia e o chafariz, quinhentistas, assim como os antigos Paços do Concelho. E perto está a românica Sé ou Igreja Matriz.

Para os amantes da arquitectura, esta terra guarda agradáveis surpresas porque são muitos e importantes nomes da arquitectura contemporânea que assinam equipamentos e espaços espalhado pela cidade: o Centro Cultural de Viana do Castelo, de Eduardo Souto Moura, a Biblioteca de Álvaro Siza Vieira, a Praça da Liberdade de Fernando Távora, a Pousada da Juventude de Carrilho da Graça e o Hotel Axis de Jorge Albuquerque. E não nos podemos da  esquecer a Ponte Eiffel, inaugurada a 30 de junho de 1878, na época da arquitectura de ferro pela prestigiada casa de Gustave Eiffel.

Centro de Viana do Castelo. Foto: João Paulo. Turismo de Portugal

Centro de Viana do Castelo. Foto: João Paulo. Turismo de Portugal

Ligação ao mar e tradições

A sua participação nos Descobrimentos portugueses e, mais tarde, na pesca do bacalhau mostram a sua tradicional ligação ao mar. Esta influência marca presença na festa da Senhora da Agonia que se celebra cada 20 de agosto. Os pescadores são grandes devotos da imagem guardada numa igreja barroca e durante os festejos, um dos mais coloridos do país, é possível contemplar a riqueza dos trajes típicos da região.

É uma cidade de tradições onde se encontram o bordado minhoto e o trabalho em filigrana, com o conhecido Coração de Viana. Pode conhecer melhor estas tradições durante a visita ao Museu da Ourivesaria Tradicional. Este museu pretende dar a conhecer ao público a história do ouro na região, através de peças representativas de Viana. O Museu do Traje conta a história dos conhecidos trajes de Viana através da exposição permanente “A lã e o linho no traje do Alto Minho” e no Museu Municipal (de Artes Decorativas) está uma colecção que inclui valiosas peças de Louça de Viana, de arte sacra, azulejaria portuguesa e hispano-árabe, desenhos, pinturas e também mobiliário indo-português do século XVIII.

Se quer dar um passeio no seu Ford nos arredores desta belíssima terra, visite a praia de Afife, com uma grande extensão de areal e muito conhecida pelas provas de surf e bodyboard. Esta praia é uma das mais belas do norte, constituída por dunas de areia branca e fina.

Gastronomia

Como cidade minhota que é, Viana do Castelo conta com uma rica e abundante gastronomia. Descubra os pratos de peixe, principalmente de bacalhau e polvo. Se optar por carne, experimente o arroz de pé descalço, os rojões à moda do Minho ou um tradicional cozido à portuguesa. E se gosta de doces, também encontrará variadas sugestões como a torta de Viana, as meias-luas de Viana, os biscoitos de Viana e Sidónios.

Onde comer? Não vai ter dificuldades em encontrar um bom restaurante mas deixamos-lhe duas propostas diferentes. Para mariscos e peixe, a Tasquinha da Linda onde não tem carta fixa de peixe. Sempre fresco, sempre grelhado, varia consoante o que o mar dá a cada dia. Para cozinha regional e tradicional portuguesa, o restaurante O Manel onde preparam sardinhas deliciosamente assadas.

Traje típico de Viana do Castelo. Foto: João Paulo. Turismo de Portugal

Traje típico de Viana do Castelo. Foto: João Paulo. Turismo de Portugal

Onde ficar

Para quem quer descansar a contemplar a deslumbrante vista sobre o Atlântico, a cidade e a foz do rio Lima, a Pousada é a melhor opção. Encontra-se precisamente no alto do Monte de Santa Luzia.

Se procura uma experiência diferente, o seu hotel de eleição é a Fábrica do Chocolate, um hotel temático com um restaurante único e um museu interactivo totalmente dedicado ao chocolate.

Configure aqui o Ford ideal para esta escapada

Peça aqui o seu test drive

Faça aqui o download do seu catálogo