Redes Sociais

Tem apenas 15 segundos, mas um sem-número de possibilidades para chamar a atenção da rede: vídeos, fotos, efeitos, GIF, texto… o limite é a imaginação! Quatro ‘instagramers’ de sucesso partilham conselhos para que as suas histórias tenham mais projeção do que nunca.

Imagine que tem de contar algo interessante através de imagens em apenas 15 segundos. Parece complicado, não? Então agora imagine que tem milhares de seguidores dispostos a ver o seu último feito, ávidos de que partilhe as suas experiências com eles. A tensão aumenta, claro, porque não pode defraudar expectativas, já que, da mesma forma que passaram a ser seus seguidores, também podem deixar de ser, se o que lhes contar não tiver piada.

Isto resume o que é a Stories, a funcionalidade do Instagram que está a revolucionar o mundo dos influencers e bloguers. São apenas 15 segundos em que pode colocar vídeos, fotografias ou ambos. E apenas permanecerão na rede 24 horas: depois disso, desaparecerão para sempre, da mesma forma que acontece com uma aplicação idêntica de que já deve ter ouvido falar: o Snapchat.

Segredos de beleza mostrados em segundos

A pergunta é: como aproveitar este curto espaço de tempo para chamar a atenção das pessoas? “A minha máxima é a proximidade, porque para fotos tratadas já temos a parte dos feed do Instagram”, conta Yael (@yaelmakeup). Esta jovem de 34 anos começou com um blogue de beleza no qual dava dicas e fazia tutoriais sobre maquilhagem, penteados e afins. Com o tempo, transformou-se numa das referências do setor e decidiu complementá-lo com as stories da sua conta de Instagram. “O segredo é transmitir momentos do seu quotidiano, que para muitas pessoas são interessantes já que não têm acesso a este mundo; uma sessão de fotos, o evento de uma revista ou de um showroom, um desfile ou uma sessão de maquilhagem”, explica.

Atualmente, conta já com mais de 4000 seguidores das suas stories, um número que aumenta a cada mês que passa. “Há que ser o mais natural possível, sem descuidar as imagens, sejam fotos ou vídeos. Costumo usar um aro de luz (um flash anular), que é muito bom para iluminar rostos”. Yael dá um último conselho: “Uma funcionalidade que se chama boomerang é muito útil. É uma sequência do vídeo em círculo, que costuma dotar as stories de muito dinamismo”.

yael

Fragmentos de estilo de vida

Martha, aos 32 anos, tem 40.000 seguidores das suas stories. E a verdade é que começou como instagramer, com o nome @Miss_herisson, por casualidade. “Há quatro anos concluí um mestrado em gestão de empresas para a indústria da moda e um dos trabalhos desenvolvidos consistiu na criação de um blogue com artigos e editoriais de temas relacionados com o estilo de vida. Escolhi o Instagram como janela promocional. E comecei a ser seguida de uma forma que nunca imaginei”.

Esta jovem começa com um conselho: “Há que ter bem clara a diferença entre o Story e o Feed. Este último implica muita qualidade fotográfica, um copy com conteúdos bastante concretos e uma mensagem clara, devendo a imagem ser bastante cuidada e seguir a linha do seu estilo. O story, por sua vez, tem dois aspetos que importa considerar: o segredo reside no caráter imediato do que se pretende contar”. A instagramer refere que, para chamar a atenção, o melhor é ir direto ao assunto desde o primeiro momento: “O utilizador deve saber à primeira vista sobre o que é que serão esses 15 segundos. Por exemplo, se falo sobre gastronomia, tem que ficar claro que o assunto é comida desde o primeiro segundo. O mesmo deve acontecer se o tema for desporto ou moda.” E acrescenta alguns truques: “Os tags ajudam, ou seja, etiquetar a marca, o produto ou o que quer que esta story esteja a apresentar. E os hashtags, para que o conceito da imagem se baseie numa palavra ou ideia concreta”.

Outro aspeto fundamental para a Martha é o som. “Há quem não o ative, mas eu utilizo-o sempre. Pode usar música, se quiser. Eu prefiro usar a minha voz, para que as pessoas vejam diretamente como sou, como me exprimo, como me rio, e por aí em diante”. O último ingrediente da sua receita para alcançar dezenas de milhares de seguidores é a mensagem positiva: “Não creio que o Instagram seja uma via para reivindicar ou reclamar de alguma coisa. Aqueles que entram nas minhas stories fazem-no para que eu lhes recomende o que me parece interessante, no que diz respeito a comida, moda, lugares a visitar, eventos de lazer…. É uma seleção que faço mediante critérios de bom gosto, porque um influencer é isso mesmo: um prescritor”. E conclui. “Logo, não faz sentido que dedique os meus 15 segundos de stories a falar sobre o que não me agrada”.

miss_herisson

Outra forma de mostrar as viagens

Juan Carlos (@jc_valladolid) é um instagramer com cerca de 25.000 seguidores por causa das viagens, muito embora as suas stories não tratem exclusivamente disso. “Criei o blogue de viagens Latitude, que teve muito sucesso desde o início”, explica este mexicano de 32 anos. Abriu uma conta de Instagram para apoiar a sua publicação e logo se deu conta de que muitos dos seus utilizadores se interessavam mais pelo cocktail que estava a tomar ou pela roupa que trazia vestida naquele dia, do que pelo local em que se encontrava. “E assim me iniciei naquilo que hoje conhecemos como lifestyle e a trabalhar com marcas de relógios, de moda, hotéis, entre outros”, explica.

Para Juan Carlos é fundamental ter muito cuidado com a estética das stories. “Se vou a um restaurante, a um evento ou se faço uma vigem, arranjo sempre forma de captar o melhor plano e tenho em atenção os mais pequenos detalhes: procuro que o prato esteja bem iluminado ou, se tiro fotografias a pessoas, que sejam as mais bem vestidas”. E revela o seu segredo: “Recorro muito a GIF, para reforçar a mensagem que quero passar com a imagem. Por exemplo, se estou a beber uma margarita, adiciono bandeiras do México, que dão outra força às histórias”. Este instagramer costuma usar o telemóvel para tirar as fotos, sem as retocar muito, “para que sejam o mais realistas possível”. E acrescenta: “Outra coisa que costuma funcionar é utilizar as imagens que não colocas no Instagram, porque não têm a qualidade necessária. Uso-as nas minhas stories como uma espécie de making of das sessões, e costumam fazer muito sucesso”.

jc

Sobretodo, ponle mucha gracia

Anushka começou a praticar em frente ao espelho do seu quarto. Hoje, esta instagramer (@anushkatuska) de 30 anos, que recomenda produtos relacionados com o estilo de vida e conta com mais de 6000 seguidores colabora com inúmeras marcas. Por isso, tem particular cuidado com a imagem das suas stories: “Recomendo a aplicação Unfold, que melhora muito a estética das fotos e dos vídeos, e permite mesclá-los numa única story. O resultado é bastante melhor do que com os próprios filtros do Instagram, que não são muito bons”, conta. O seu segredo: aparecer sempre com o produto: “Chama muito mais a atenção se houver alguém com piada a explicar”.

Aconselha que se experimente o stop motion, uma funcionalidade que acaba de estrear no Instagram. “É um vídeo composto a partir de sequências de fotos, una espécie de câmara rápida, e fica realmente bem”. Anushka conclui: “O que importa é fazer coisas diferentes, procurar a diversidade. 15 segundos parecem pouco, mas podem tornar-se aborrecidos ou monótonos se não os aproveitarmos bem”.

anushkatuska

Alguns conselhos finais

Em resumo, se quiser que as suas stories brilhem, fique-se com estes conselhos:

  • Opte por imagens de qualidade, mas não as edite muito. Deve transmitir naturalidade.
  • Use a imaginação, tentando que as suas stories não sejam parecidas entre si. Isso chama a atenção.
  • Descarregue a aplicação Unfold. Os seus vídeos e fotos ficarão muito mais luminosos.
  • Transmita mensagens positivas sempre que puder. As pessoas já têm demasiadas preocupações com o stress do dia-a-dia.
  • Se trabalha com moda ou beleza, o flash anular embeleza muito as peles. Está à venda para smartphone.
  • Os GIF são ótimos para duas coisas: reforçar a mensagem e acrescentar algum humor à sua story. Há milhares por onde escolher.
  • A funcionalidade stop motion do Instagram dará um toque profissional às suas stories. Há anos que é usada em publicidade, cinema e documentários.

Peça aqui o seu test drive

Faça aqui o download do seu catálogo