Pony Car

O icónico Ford Mustang GT de 1968 conduzido por Steve McQueen no filme clássico da Warner Bros. Pictures “Bullitt” – e perdido para sempre até ao início deste ano – faz a sua primeira aparição fora dos EUA no Goodwood Festival of Speed de 2018, no Reino Unido.

O carro que brilhou na lendária perseguição de 10 minutos do filme da Warner Bros. – definindo o padrão para todas as perseguições de carro no cinema que se seguiram – está na pista de 1,9 km de Goodwood Hillclimb acompanhado pelo proprietário Sean Kiernan e ao lado da nova edição especial do Ford Mustang Bullitt, que celebra o 50º aniversário deste filme clássico.

“Nunca nada capturou o espírito e a emoção do Mustang como aquela fantástica perseguição de carro em ‘Bullit” afirmou Steven Armstrong, vice-presidente do Grupo e presidente da região da Europa Médio Oriente e África da Ford Motor Company. “Tivemos a honra de trabalhar com Sean e a sua família para trazer um verdadeiro ícone da história do automobilismo para Goodwood, onde sabemos que será apreciado por um público que, tal como Steve McQueen, tem combustível nas veias.”

Em Goodwood, também está outro Ford Mustang muito especial para prestar homenagem a um grupo de pilotos voluntários norte-americanos que voaram na Europa em missões de combate ao lado da Força Aérea Real britânica, a partir de aeródromos britânicos, antes da entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial. Criado em conjunto pela Ford Performance e pela RTR Vehicles do campeão mundial de drift Vaughn Gittin Jr., o Eagle Squadron Mustang GT apresenta um estilo único inspirado num avião de combate.

O bólide Ford GT de desempenho ultra elevado regressa a Goodwood conduzido por Andy Priaulx e Harry Tincknell, dois pilotos da Ford Chip Ganassi Racing Team World Endurance Championship, acabados de chegar das 24 Horas de Le Mans, tal como o Mustang RTR de drift de Gittin Jr.

Mustang do filme ‘Bullit’

Em “Bullit”, o filme clássico da Warner Bros. que estreou nos cinemas a 17 de outubro de 1968, foram utilizados dois Mustang GT de 1968 idênticos. Após as filmagens, os carros seguiram caminhos diferentes: o veículo herói conduzido por McQueen no filme foi vendido pela Warner Bros. a um comprador privado, e o outro (usado em muitos dos saltos durante a famosa perseguição) foi enviado para a sucata. Este último reapareceu em Baja, na Califórnia, no início de 2017, mas o outro tinha ficado perdido para sempre…até ao início deste ano.

Sean Kiernan, proprietário do veículo herói, herdou o carro em 2014 do seu falecido pai Robert, que tinha adquirido o veículo em 1974. Para realizar o grande sonho da sua família, Sean contactou a Ford e as duas partes trabalharam em conjunto para revelar este carro – uma verdadeira estrela de cinema – primeiro no North American International Auto Show de 2018, em Detroit, e agora no Goodwood Festival of Speed de 2018, juntamente com o novo Ford Mustang Bullitt atualmente à venda em toda a Europa!

“Sabe, nunca foi nossa intenção manter este carro em segredo de toda a gente”, disse Kiernan. “Foi apenas acontecendo. Estou completamente extasiado de alegria por unir esforços com a Ford e o novo Bullit e por mostrar este carro ao mundo num dos maiores palcos que existe.”
O novo Mustang Bullit tem um motor Ford V8 de 5 litros, potenciado com um sistema de indução de ar aberto e coletor de admissão, corpos de aceleração de 87 mm e calibração por módulo de controlo de potência do Shelby Mustang GT350, para fornecer 460 PS e 529 Nm de binário.* A caixa de velocidades manual de seis velocidades está equipada com a nova tecnologia Rev-matching da Ford, que utiliza o sistema de controlo eletrónico do motor para acertar as rotações à medida que o condutor reduz, para garantir mudanças de velocidades suaves e perfeitas.

Disponível com a opção de cores exteriores em Shadow Black ou Dark Highland Green clássico, o Mustang Bullit inclui jantes de 19 polegadas estilo Torq Thrust, pinças de travão Brembo™ vermelhas e um tampão do reservatório de combustível Bullitt falso. Outras características que prestam homenagem ao carro que McQueen conduziu são os acabamentos cromados subtis em volta da grelha e janelas dianteiras, e uma grelha fontal preta única. Por dentro e por fora, o veículo tem o mínimo de símbolos.

O interior inclui o painel de instrumentos no ecrã LCD de 12 polegadas totalmente digital da Ford, sendo que para além dos assentos padrão que incluem linhas de costura verdes e uma função de memória do assento do condutor, os clientes do Mustang Bullitt podem também optar por assentos desportivos Recaro® com acabamento em pele preta. Seguindo o estilo do interior do carro original, o manípulo da alavanca das mudanças é uma bola de bilhar branca. O bólide conta ainda com um sistema de som premium da B&O PLAY, que debita 1000 watts de potência através de colunas de alto desempenho de 12 polegadas.

Descubra aqui o novo Ford Mustang

Faça aqui o download do seu catálogo

Configure aqui o seu Ford