Lançamento

2019 chega com uma grande novidade no mundo Ford: não só se estreia o Novo Mondeo, como com ele chegará a sua inovadora versão híbrida. Juntamente com o motor 2.0 e gasolina e o propulsor elétrico, este Mondeo melhora o seu rendimento até 20%, com mais presença de mobilidade totalmente elétrica.

A Ford anunciou em Colónia que, a partir de 2019, vai reforçar a gama Mondeo Hybrid, incluindo o lançamento da primeira versão da prática e espaçosa Mondeo Hybrid Station Wagon.

Desenvolvido exclusivamente para o mercado europeu, um Mondeo Hybrid em formato Station Wagon vai, assim, ser comercializado em 2019, o que vai permitir aos clientes do Mondeo Hybrid transportar mais carga e, ao mesmo tempo, beneficiar de uma propulsão elétrica sem problemas de autonomia, que é em todo o caso assegurada pelo motor térmico. Os clientes irão beneficiar da eficiência de um propulsor elétrico em diversos cenários de condução, sendo que este Mondeo melhorará o seu rendimento até 20%.

Rumo ao futuro

O Mondeo Hybrid de quatro portas atualmente à venda, conta com motor de 2.0 litros a gasolina, motor elétrico e bateria de 1,4 kWh, oferecendo o máximo requinte na condução em modo puramente elétrico. A potência total é de 187 cv com recurso a uma transmissão automática de variação contínua desenvolvida pela Ford e os dados correlacionados indicam consumos desde 4,0 l/100 km e emissões de CO2 desde 99 g/km.

O grupo propulsor do Ford Mondeo Hybrid utiliza um motor térmico de 2.0 litros de 4 cilindros a gasolina com 140 cavalos, especificamente desenvolvido para esta versão e que funciona segundo o ciclo Atkinson. De recordar que o objetivo dos motores de ciclo Atkinson modernos é fazer com que a pressão na câmara de combustão no fim do ciclo de expansão seja igual à pressão atmosférica. Deste modo, pode dizer-se que se transformou toda a energia possível, obtida no processo de combustão. Para cada parte de ar, quanto maior a taxa de expansão, maior a energia que será convertida para energia mecânica utilizável, o que resulta num motor mais eficiente. Este motor possui a tecnologia Ti VCT da Ford (Variable Camshaft Timing) que é uma tecnologia de temporização de válvulas variáveis e que permite um melhor desempenho do motor, emissões reduzidas e maior eficiência de combustível.

Ligado com paração com motores com eixos de comando fixos.

Dois tipos de energia ligados

A função do motor elétrico é ajudar o motor a gasolina na propulsão das rodas motrizes. O sistema conta também com um gerador que permite a carga regenerativa da bateria reciclável de iões de lítio, com 1.4 kWh de capacidade e refrigeração a ar, alojada atrás dos bancos traseiros. O compartimento da bateria também contém o módulo de controlo da bateria, gerindo a temperatura e o estado da carga e o conversor DC-DC. Este conversor fornece energia para carregar a bateria de 12v e para operar o sistema elétrico de 12v.

A tecnologia de travagem regenerativa capta até 90% da energia normalmente desperdiçada durante as travagens, utilizando essa energia para recarregar a bateria. Uma bomba de vácuo elétrica fornece energia de maneira eficiente para uma otimização da potência de travagem assistida.

Uma aposta na versatilidade de utilização

Atualmente o Mondeo Hybrid está disponível no elegante formato de quatro portas, com perfil de inspiração coupé e linha de tejadilho rebaixada, bem como numa requintada versão Mondeo Hybrid Vignale, onde os pormenores de luxo imperam. Para 2019 a gama ficará completa com a introdução da inédita variante Mondeo Hybrid Station Wagon.

Como refere Roelant de Waard, vice presidente de Marketing, Vendas & Assistência da Ford Europa, “Para muitos clientes, a versatilidade e utilização prática oferecida pelo formato Station Wagon é uma prioridade absoluta. Assim, é com particular entusiasmo que, a partir do próximo ano, esses mesmos condutores poderão também reduzir os seus custos com combustível graças à sofisticada propulsão elétrica-gasolina da nossa nova Mondeo Hybrid Station Wagon. As propulsões elétricas vão continuar a ter um papel crucial na nossa gama para o mercado europeu. Para o efeito, a Ford está a investir cerca de 11 mil milhões de dólares (cerca de 9,6 mil milhões de euros) e tem planos para disponibilizar 16 veículos 100% elétricos num portefólio global de 40 veículos eletrificados até 2022”.

Sendo o primeiro veículo elétrico híbrido produzido pela Ford na Europa, o Mondeo Hybrid é montado na moderníssima fábrica Ford de Valência, em Espanha, juntamente com os modelos Mondeo a gasolina e gasóleo.

Os valores de emissões de CO2 e consumos poderão ajudar a torná-lo numa alternativa às motorizações diesel para os clientes frotistas e particulares.