Pós venda

Este inverno, para não variar, a Ford está ao seu serviço. Como no inverno os pneus sofrem muito mais, cuide deles com as nossas recomendações e conselhos práticos de manutenção. Aproveite ainda as promoções exclusivas do serviço oficial Ford.

O inverno implica alterações climáticas que podem colocar-nos em risco na estrada, se não estivermos devidamente preparados. No entanto, não é só o clima que influência a nossa condução. Na realidade, um grupo de engenheiros da Ford demonstrou, através de uma experiência, que na hora da condução, as folhas caídas na estrada e molhadas pela chuva são mais escorregadias do que a própria neve .

Tendo em conta estes potenciais perigos, é importante que siga algumas regras para garantir a segurança ao volante. As autoridades rodoviárias recomendam que os condutores circulem durante o dia com as luzes acesas – os médios – uma vez que se estima que tal pode reduzir em 10% o número de acidentes. Além disso, não se esqueça de manter a distância de segurança face ao veículo da frente. Lembre-se de que a distância de segurança varia consoante a velocidade: se vai a 90 km/h a distância mínima são 81 metros; e se a estrada estiver molhada, são 162 metros.

Durante qualquer viagem é importante ter em conta estes aspetos e garantir que o seu carro está em perfeitas condições. Para isso pode contar com os profissionais, a manutenção e o serviço pós-venda da Ford. Aqui ficam alguns conselhos úteis e ofertas para tratar dos seus pneus, que são essenciais para garantir a sua segurança na estrada.

1. Sem pressão, não há segurança

Verifique a pressão dos seus pneus antes de realizar qualquer viagem. Tal só tem vantagens para a sua segurança, a dos seus e das rodas do seu Ford: aumenta a vida útil dos pneus, poupa combustível e reduz o risco de acidentes. Se não sabe qual é a pressão adequada, não se preocupe porque a maioria dos carros vêm equipados com o sistema de monitorização da pressão dos pneus (TPMS). Contudo, é importante que a pressão seja adequada, dado que se for baixa o seu Ford pode patinar ou ter menos aderência, o que é muito comum no inverno devido ao asfalto molhado ou às placas de gelo.

2. Uma questão de desenho

Verifique regularmente o desgaste da banda de rolamento para garantir a aderência e tração do seu Ford. Não se esqueça de que o desgaste não deve exceder o limite mínimo de 1,6 mm de profundidade. É igualmente importante que escolha bem o tipo de pneu. Nesta época do ano, recomenda-se a utilização de pneus de inverno – e não dos mistos – se for conduzir em zonas com neve ou gelo, dado que têm um desenho mais profundo precisamente para escoar melhor a água ou a neve. Além disso, têm umas lamelas o que melhora a aderência em pisos muito escorregadios. Adquirir uns pneus de inverno é um investimento de futuro para o seu Ford.

Não conhece os seus pneus? Nesta ligação poderá encontrar todas as informações necessárias e diferentes modelos de pneus.

ford-service_promotions-eu-2016_E_Workshop_031-16x9-2160x1215-man-and-woman.jpg.renditions.small

3. Correntes para uma melhor aderência na neve

Conduzir com neve não é muito mais complexo, mas é perigoso se não forem tomadas as devidas precauções. Em zonas com neve, além dos pneus de inverno, pode utilizar o ESP do seu Ford ou montar correntes (neste caso terá que desligar o sistema eletrónico de estabilidade). Importa referir que a utilização de correntes não é obrigatória, exceto em zonas ou troços de estrada onde tal está especificamente indicado. Lembre-se ainda de que as correntes só são colocadas nas rodas motrizes. Para jogar pelo seguro, é melhor levar as correntes não vá as inclemências do tempo estarem contra si. Em alternativa, pode optar pelo uso de correntes têxteis, um sistema antiderrapante que cobre a banda de rolamento do pneu, pode ser utilizado com os sistemas ABS e ESP, protege as jantas e é quase tão fácil de montar como vestir umas meias.