Performance

O novo Shelby GT500 é o melhor desportivo de sempre desenhado pela Ford Performance: mais de 700 CV oferecem-nos um carro com muita aceleração e a tecnologia mais eficiente alguma vez oferecida por um Mustang. Sente-se ao volante deste superdesportivo e desfrute de todo os seus pormenores!

O novo Shelby GT500 é o mais bestial dos desportivos criados pela Ford Performance. Oferece toda a herança evocada pelo nome e pelos seus mais de 700 CV. Desta forma, obteve-se um carro com muita aceleração e dotado da tecnologia mais eficiente de sempre num Mustang. Tentamos domar este muscle carenvenenado (oh, sim!) pela mordedura da cobra para escrever esta reportagem exclusiva.

O mais famoso dos muscle cars americanos passou pelas mãos da Ford Performance, o departamento da marca dedicado aos veículos de altas prestações. O resultado é o Mustang mais potente de todos os tempos, com 700 CV fornecidos por um impressionante motor 5,2 V8 turbo. Este número faz do Shelby GT500 um modelo apropriado para os circuitos, nos quais poderá libertar todo o potencial sem deixar nada para mais tarde: os chassis de corrida, os pneus Michelin especialmente concebidos para este modelo e a transmissão de dupla embraiagem fazem maravilhas neste tipo de palco. Quando sai à estrada e tem de se comportar de forma mais tranquila, as cabeças dos transeuntes não deixam de lançar um segundo olhar ao seu desenho aerodinâmico. Confesse, também o faria…

Um motor muito exclusivo

Um carro destes não podia ter uma mecânica qualquer, pelo que os rapazes da Ford Performance criaram um conjunto motor–transmissão exclusivo para o Mustang Shelby GT500. Não merecia menos, pois não? Para começar, o propulsor sobrealimentado foi fabricado num bloco de fusão de alumínio feito à mão. Leu bem: fabricado de forma artesanal. Foi cuidado com mimo para poupar peso, baixar o centro de gravidade, melhorar a refrigeração e lubrificação… E para que os seus 700 CV, que são o que nos interessa, lhe deem toda a força quando necessário.

Como imaginará, as prestações deste carro são estratosféricas: vai dos 0 aos 100 km/h em três segundo e percorre 400 metros (a famosa prova do quarto de milha) em 11 segundos. É o Mustang mais rápido de sempre em pista. Coisa pouca… A potência é canalizada mediante um eixo de transmissão em fibra de carbono (sim, o material favorito dos superdesportivos); a afinação aproveitou a experiência acumulada durante a preparação da mudança da dupla embraiagem do alucinante Ford GT. Assim, o que temos é uma caixa automática TREMEC de sete velocidades que passa de uma velocidade a outra em menos de 100 milissegundos: não há transmissão manual que consiga igualar este número, nem sequer manobrada pelo melhor piloto do mundo. A ela associam-se o controlo de arranque através das Track Apps e os modos de condução Normal, Inverno, Drag, Desportivo e Ford Performance. Este último é o modo específico para corridas. Tradução: num circuito, vai alucinar.

Herdeiro do Ford GT e do Mustang GT4

A tremenda força bruta exibida pelo Mustang mais potente de sempre requer elementos muito especiais para a aproveitar ao máximo. Assim, os engenheiros trabalharam com dedicação nos chassis, pneus e travões, elementos certificados pela Ford Performance. O Shelby GT500 tem uma suspensão ativa MagneRide de última geração, uma nova unidade eletrónica de direção assistida e molas mais leves. O resultado é a aceleração lateral mais alta de sempre num Mustang, além de melhorar a sua atuação nas pistas e tornar o controlo mais simples pelo condutor.

Falemos agora dos pneus, uns Michelin Pilot Sport 4S personalizados segundo as especificações da Ford Performance. O seu composto e a banda de trilhos são únicos. Uns pneus assim devem dispor de uns travões à altura… Brembo assina as pinças de seis pistões, adossadas a uns discos de 420 mm, os maiores de todos os coupés norte-americanos. A área de contacto é 20% maior do que a do seu “colega de estábulo”, o Shelby GT350. Imagine!

Agora que já sabe como este carro acelera, como trava e como faz as curvas, tem uma ideia do seu comportamento? Pois é possível transformá-lo em algo ainda mais radical com dois pacotes de condução:

  • Handling: inclui suportes superiores da suspensão ajustável e um spoiler tipo Gurney Flap.
  • Carbon Fiber Track: acreditamos que é necessário traduzir… Leva um aleiron tipo GT4 em fibra de carbono, o mesmo material usado nas jantes de 20’’. As rodas traseiras são mais largas e estão equipadas com pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 exclusivos. Os lugares de trás foram eliminados para reduzir o peso.

ford-mustang-shelby-gt500

Tecnologia e… conforto

Conduzir um veículo com estas qualidades não implica que, ao sair para a estrada, sejamos obrigados a lutar contra o volante ou a sofrer devido a uma suspensão excessivamente firme. Por isso, o Shelby GT500 revela-se amável com os seus ocupantes, quando as circunstâncias o requeiram, e oferece uns assentos ajustáveis eletricamente. Mas este Mustang não esconde que se inspira na competição, por isso no interior abundam materiais como a anta ou a fibra de carbono. Uns assentos bacquets Recaro estão disponíveis para aqueles que gostam de testar as habilidades num circuito: possuem reforços laterais e aberturas para colocar os arneses de segurança. Certamente que vai querer dar umas voltitas…

Este Ford também incorpora o painel de instrumentos num ecrã LCD de 12 polegadas. O sistema de áudio premium inclui 12 colunas e foi criado pela Bang&Olufsen. Tudo é controlado através de um ecrã táctil de 8’’ com o sistema SYNC3. Desportividade e conforto de mãos dadas.

Desenho Ford Performance

O novo Shelby GT500 é herdeiro de uma longa estirpe de veículos do mesmo nome, todos eles sinónimo de altas prestações. Era assim necessário que, só de olhar, soubéssemos que esta lenda permanece viva. Desenhadores, engenheiros da Ford Performance e colaboradores do mundo da competição são os responsáveis por uma imagem que transmite uma mensagem sem ambiguidades: “sou o mais brutal que vai ver sobre o asfalto”, parece dizer. Precisamente, a equipa de trabalho aproveitou o Centro Técnico da Ford na Carolina do Norte, onde são testados os carros de estrada, para aperfeiçoar as formas do GT500.

As suas poderosas linhas aerodinâmicas, inspiradas nos aviões de combate, foram conseguidas combinando as grandes aberturas da grelha angular (duplicam de tamanho em relação às do Shelby GT350) com um capô musculado. Uns passos da roda dianteira mais largos neste Mustang Shelby e um difusor traseiro completam o conjunto. Quanto à carroçaria, estreia cores chamativas: Red Hot, Twister Orange e Iconic Silver. Poderá decorá-lo, além disso, com franjas, para acentuar a herança Shelby. E falando em heranças…

Forjado sobre o rendimento

Carroll Shelby não precisa de apresentações; é o velho conhecido de todos os fãs do Ford Mustang. O piloto e empresário tornou-se famoso ao transformar este modelo num veículo que dominava qualquer corrida. A cobra na grelha é o símbolo de marca. Em 1967, elevou a um novo nível o mítico Mustang GT350: fabricou o Shelby GT500 de primeira geração, dotado de um motor V8 e para isso inspirou-se na tripla vitória que a sua equipa conquistou em Le Mans. “É o primeiro automóvel real de que estou verdadeiramente orgulhoso”, disse.

Hoje em dia, o legado continua com a terceira geração deste modelo, o Mustang Shelby GT500 2020, o mais poderoso e avançado da história. Carroll sempre trabalhou para que o Shelby seguinte fosse mais rápido. Acreditamos que o novo Shelby teria a sua aprovação.

Descarregue aqui o seu catálogo Clique aqui para configurar o seu Ford