Mundo Ford

A Ford Performance e a Multimac uniram esforços para criar uma edição especial e limitada do Ford GT Mk II: 45 unidades que dão continuidade à lendária saga do Ford GT.

O “equipamento de sonho” do Ford GT

O Ford GT Mk II já faz parte de um grupo seleto da “família GT” da Ford que inclui o vencedor das 24 Horas de Le Mans e o veículo de passageiros Ford mais avançado da história.

O Ford GT de competição foi concebido com um objetivo em mente: vencer as 24 Horas de Le Mans. Meio século depois do épico duelo entre a Ford e a Ferrari – duelo que chegará ao grande ecrã com Christian Bale e Matt Damon – a equipa liderada por Chip Ganassi conseguiu homenagear o legado do Ford GT ao vencer em 2016 as 24 Horas de Le Mans.

Depois da apresentação no Goodwood de 2017, o Ford GT de produção de série passou a ser  considerado o veículo de passageiros Ford mais moderno e exclusivo da história da marca. De facto, são apenas produzidas 250 unidades por ano a nível mundial.

Além disso, o GT Mk II entrou pela porta grande ao ser apresentado no Festival da Velocidade de Goodwood na classe de Supercar.

O GT Mk II nasceu como resposta à pergunta: como seria um GT sem restrições?

O Ford GT Mk II foi concebido para dar rédea solta à nossa imaginação. A marca recriou a experiência de competição nas 24 horas de Le Mans e a irrepetível sensação de cruzar a linha de meta com o rugido do motor de um Ford GT. O grande desempenho do Ford GT nos campeonatos do mundo, tanto no Mundial de Resistência da FIA como no Campeonato Mundial de Automobilismo IMSA WeatherTech SportsCar Championship, serviram de inspiração à criação do GT Mk II. Mas houve um ponto de viragem. O GT Mk II foi criado sem ter em conta as normativas, regulações e limitações das competições motorizadas.

Os modelos de estrada costumam estar condicionados pelas muitas regulações de homologação global e os carros de corridas sofrem uma notável redução de potencia de 150 cavalos (em comparação com o modelo de estrada), ao estar sujeito às restrições do Balanço de Rendimento. Em todo o caso, o Ford GT Mk II oferece-nos o melhor dos dois mundos: corrida e estrada num carro inovador, dinâmico e disruptivo.

Desenho aerodinâmico e um motor mais potente

O GT Mk II destaca-se por um aileron duplo traseiro como a grande novidade no que respeita à carga aerodinâmica tradicional do Ford GT. Isso sim, acompanhado por um novo splitter, um difusor dianteiro de competição, novas grelhas de ventilação e corta-ventos que oferecem um equilíbrio perfeito para controlar a carga aerodinâmica traseira adicional. Estamos a falar de 400% de carga aerodinâmica extra e mais de 2 g de tração lateral.

Como não está limitado por restrições ou regulações de competição, o motor EcoBoost de 3.5 litros do Ford GT Mk II pode chegar a gerar mais 200 cavalos de potência do que o modelo de corrida.

Com estas melhorias aerodinâmicas, com os 700 cavalos de potência, o Ford GT Mk II é, até ao momento, a versão mais potente da história do Ford GT. Um GT com o coração de um corredor e o espírito de um superdesportivo de estrada.

O MkII espera por si em FordGTMkII.com